top of page

Quem tem medo de contrato?

O contrato, enquanto instrumento, enquanto documento escrito, nada mais é que a formalização das vontades das partes envolvidas naquela relação. Registrar essas expectativas, que se tornam compromissos recíprocos, traz maior segurança jurídica, permite que as partes consultem aquele documento para sanar suas dúvidas e ainda permite que os contratantes fortaleçam suas posições perante parceiros de negócios, por exemplo.


Mas, infelizmente, ainda é comum ouvir e ver pessoas se esquivando da assinatura desses documentos e até pressionando a outra parte a aceitar a contratação verbal.

Embora muitos contratos possam, realmente, serem realizados dessa forma, ambos os envolvidos estarão expostos a riscos decorrentes da instabilidade das memórias humanas e até da honestidade das partes.

Por isso, para quem age de boa-fé, o contrato escrito confere maior segurança, mas para quem age de forma maliciosa, é motivo de temor. Pense quem é você nessa balança e com quem você quer contratar.

6 visualizações0 comentário

Comments


WhatsApp-Verde-PNG.png
bottom of page